Pen­sar em escre­ver não é o mesmo que escrever

“Milha­res de pes­soas come­çam livros e depois param. É a segunda lei da ter­mo­di­nâ­mica apli­cada às obras cri­a­ti­vas. O estado natu­ral de uma ideia de livro é não ser escrita. Temos de gas­tar ener­gia extra para mani­fes­tar uma ideia no mundo, e é por isso que criar coi­sas pode ser tão mágico. Uma pes­soa pode pen­sar em escre­ver, e ter ideias para fil­mes fabu­lo­sos e roman­ces exci­tan­tes, ado­rar essas ideias e falar delas aos ami­gos, e nunca escre­ver uma sim­ples pala­vra. Pen­sar em escre­ver não é o mesmo que escrever.”

Scott Ber­kun  ( trad. João Nunes )

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s